Dicas de marketing digital para pequenas empresas

5 dicas de marketing digital para pequenas empresas

Você já parou para pensar em que sua empresa precisa investir para alçar voos rumo ao sucesso? Confira essas 5 dicas de marketing digital para pequenas empresas e entenda mais sobre o quanto e em que deve investir. 

Definir um percentual para ser destinado ao marketing não é uma regra para ser aplicada apenas a grandes companhias, muito pelo contrário. Micro e pequenas empresas devem, sim, investir em marketing. Isso é vital para que elas possam atrair novos clientes e estabelecer um relacionamento com eles. 

Mas você, empresário, deve estar se perguntando: no que exatamente devo investir e quanto deve ser esse investimento?

O percentual de investimento depende muito do segmento da empresa. Porém, é aconselhável que seja investido, ao menos, 10% do faturamento. Lembrando que para obter melhores resultados, esse trabalho deve ser constante.

Para entender melhor no que exatamente deve investir, mais precisamente no campo do marketing digital, confira essas dicas que separamos para você:

1. Tenha uma identidade visual corporativa

Antes de tudo, é importante refletir: como você está apresentando a sua empresa? Qual a primeira impressão que ela está passando? Ela já tem uma identidade visual bacana, com um logotipo bem pensado e um cartão de visitas marcante? E suas propostas, você está enviando de que forma? Em um papel timbrado todo estilizado ou apenas em um documento simples?

Todos esses detalhes são percebidos pelos seus clientes e também podem ser decisivos na hora de fechar um negócio. Com uma identidade visual bem estruturada você transmite credibilidade, atrai a atenção e fixa a marca na mente do seu público.

Por isso, em primeiro lugar, é importante investir em uma identidade visual corporativa.

2. Invista em um site

Já pensou o quanto a sua empresa pode estar perdendo por não estar na internet? O mundo digital abre portas para um universo repleto de oportunidades de negócios e clientes em potencial, que estão à procura do seu produto e/ou serviço.

E é por isso que o segundo passo da sua empresa, sem dúvidas, deve ser investir em um site.

Contrate um especialista que desenvolva um site com tudo o que a sua empresa precisa, em uma plataforma rápida, com um design intuitivo e pensado na experiência do usuário.

3. Aposte em serviços que atraiam tráfego para seu site

Mais do que estar presente na internet, sua empresa precisa ser encontrada ali. De nada adianta ter um site, se ele está na 20ª página do Google, aonde dificilmente alguém vai procurar.

Entre as formas de atrair tráfego para o seu site estão o SEO e os links patrocinados.

SEO

SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de ações com o objetivo de melhorar o posicionamento do site nos buscadores, como o Google. Com o site bem posicionado, ele também passa a ser encontrado e receber visitas de seus potenciais clientes.

Os resultados orgânicos costumam demorar um pouco mais a aparecer, em torno de seis meses, dependendo do segmento, mas depois que aparecem, crescem exponencialmente e criam uma barreira muito difícil da concorrência superar.

Estar em evidência na primeira do Google é sinônimo de aumento de vendas e expansão do seu negócio, por isso, uma das nossas dicas é: invista em SEO!

Links Patrocinados

Quem também oferece tráfego qualificado para o seu site são links patrocinados. Diferente do SEO, que demora um pouco mais de tempo, no Ads é só sua campanha entrar no ar que seu site começa a aparecer em destaque no Google e gerar resultados instantâneos.

Entretanto, o investimento em links patrocinados do Google Ads, por exemplo, acaba sendo mais alto se comparado ao SEO.

4. Esteja presente nas redes sociais

Investir em marketing nas redes sociais é primordial! É por meio das redes que seu público poderá ajudar a divulgar sua marca, interagir com ela, recomendar e claro, deixar seu feedback. Elas também podem ser um excelente canal de comunicação e uma forte ferramenta de marketing para atrair novos clientes. Exemplo disso é o NuBank, que usou as redes sociais para se popularizar, principalmente entre o público jovem.

Entretanto, escolha cuidadosamente as redes que sua empresa irá participar ativamente e priorize aquelas onde seu público é mais ativo. Evite as redes da moda que ainda não se firmaram, já que seu recurso é limitado.

Outra questão a se ter em mente é: de nada adianta ter perfis nas redes sociais, se não vai atualizá-los. Só faz sentido você estar ali, se for acrescentar ao seu público.  As marcas que se destacam nas redes sociais interagem e criam identificação com público, compartilham conteúdo relevante e têm frequência nas postagens.

Visto isso, é sempre aconselhado deixar a gestão das redes sociais por conta de uma agência especializada.

5. Tenha um blog

A quinta e última dica de marketing digital para pequenas empresas é: tenha um blog!

Esse é um excelente canal para mostrar que sua empresa é realmente autoridade no assunto. Você pode utilizar o blog para postar conteúdo relevante, que vá solucionar problemas de seu público e ajudá-los com questões relacionadas ao seu segmento.

Assim como nas redes sociais, o blog também deve ser abastecido periodicamente e nunca com conteúdo copiado. Além de ser bom para seu público, o conteúdo também é bom para o posicionamento do site no Google.

 

Com identidade visual, site com tráfego, redes sociais e blog você terá uma base sólida de marketing digital e certamente notará uma diferença significativa em suas vendas, que possibilitará um crescimento real dos seus negócios.  

E aí, gostou das nossas dicas? Se você tiver alguma dúvida sobre algum desses tópicos, como funcionam os serviços e quanto custam em nossa agência, entre em contato com a gente!