7 fatores de rankeamento para o seu site bombar

(Tempo de leitura: 3 - 6 minutos)

Quem investe em marketing digital e SEO já deve ter se perguntado: “Como fazer para meu site ficar bem rankeado?” Essa dúvida faz sentido, já que o Google leva em consideração mais de 200 fatores na hora de posicionar os sites.

A verdade é que só o Google conhece efetivamente todos os seus critérios de rankeamento. Para a maioria de nós, resta apenas analisar o posicionamento das palavras-chave e tentar encontrar o segredo na base de estudos.

Esses fatores para ter sucesso orgânico são uma espécie de lista de critérios. Eles permitem que o bot do Google organize os sites por ordem de relevância, de acordo com como eles se encaixam nesses fatores.

Embora muitos deles sejam especulações, existem alguns fatores que já são consenso entre os especialistas de SEO. Eles são essenciais para um bom resultado orgânico nos mecanismos de busca e podem fazer toda a diferença na otimização do seu site.

Separamos 8 dos critérios mais interessantes de SEO para você investir que poderão melhorar o seu posicionamento e fazer o seu site bombar! Confira:

1. Palavras-chave

Ok, esse não é nenhuma novidade. Porém, ainda há muita dúvida sobre a melhor maneira de utilizar as palavras-chave nas páginas. O recomendado é inserir a palavra-chave principal no título (que nesse caso é a o tittle tag , não apenas o título do conteúdo), inseri-la nos intertítulos (h2) e ao longo do conteúdo, preferencialmente entre as primeiras 100 palavras.

O seu uso deve ser moderado, sem exagerar no número de vezes em que o mesmo termo é repetido, pois o Google hoje percebe e pode penalizar a sua página. Utilize sinônimos e variações, priorizando a compreensão do usuário em detrimento do bot.

Não é suficiente apenas escolher palavras relacionadas ao conteúdo com base em “achismos”. Esse trabalho exige um estudo, que pode envolver volume de pesquisas, termos mais relevantes, palavras-chave secundárias, termos de cauda longa, etc.

O seu site precisa trabalhar para atrair pessoas através de diversas pesquisas, e não apenas um termo. Crie conteúdo com palavras-chave secundárias para obter melhores resultados.

2. Visitas diretas no site

Falamos em visitas diretas quando um usuário digita o endereço do site direto no navegador. O Google utiliza os dados do Google Chrome para fazer essa análise e considera que, quanto maior o tráfego direto, melhor deve ser o site.

Segundo um estudo da empresa SEMRush, há uma correlação significativa entre as visitas diretas e o ranking do Google. Por isso, essa métrica não deve ser ignorada.

Para melhorar o tráfego direto, é importante um trabalho de fortalecimento de marca, envolvendo branding e assessoria de imprensa, por exemplo, além do próprio marketing boca a boca adaptado para os meios digitais (com nas redes sociais).

3. Backlinks

A autoridade de uma página perante o Google baseia-se muito nos links que ela recebe. Os chamados backlinks são links posicionados num texto para levar a outros conteúdos do seu blog ou site que complementem o assunto abordado.

Além de gerar conhecimento e serem úteis ao leitor, os backlinks contribuem para aumentar o tráfego qualificado no seu site. Para o rankeamento, o Google irá dar mais crédito às páginas com backlinks relevantes.

Os backlinks são resultado de um trabalho minucioso de link building. Conheça mais sobre essa estratégia nesse texto.

4. Velocidade de carregamento

O tempo de carregamento de uma página interfere muito na experiência do usuário. Afinal, ninguém gosta de acessar uma página que demora para abrir. Por isso, o Google também considera esse fator na hora de classificar a ordem de exibição dos sites em sua busca.

Para o seu domínio não ser penalizado pelo Google, mantenha a velocidade de carregamento menor que 2 segundos, reduzindo tamanho de imagens, por exemplo, e de outros dados que podem estar “pesando” na hora de acessar. Leia mais aqui: Site lento? Veja 4 dicas importantes para melhorá-lo

É possível checar em que pé anda a velocidade da sua página na ferramenta oficial do Google, a PageSpeed Insights.

5. Conteúdo original

Como mencionamos anteriormente, a experiência do usuário é um critério muito importante para o Google na hora de favorecer uma página no seu rankeamento. Isso está intimamente relacionado à qualidade do conteúdo do site ou blog.

Um bom conteúdo com foco em SEO irá se mostrar relevante para o visitante, fazendo com que ele permaneça por mais tempo na página (outro fator importante que mencionaremos a seguir). O seu site ganha também mais autoridade e credibilidade.

Para ter um conteúdo original e evitar ser penalizado pelo Google, jamais utilize conteúdo copiado de outros sites, nem repita o mesmo texto em várias páginas. Reforçamos a importância disso: busque ser original e criativo, oferecendo informações relevantes às buscas dos usuários.

6. Tempo de permanência na página

Você já parou para analisar quanto tempo as pessoas passam no seu site? Para o Google, quanto mais tempo o usuário passa em uma página, mais o seu conteúdo deve interessá-lo, e a sua experiência deve ser positiva.

Esse critério está ligado principalmente à qualidade do conteúdo, mas é afetado por outros fatores, como: se o site é responsivo, se as informações estão bem organizadas, se possui fácil navegação, etc.

Outro item importantíssimo de SEO para aumentar o tempo de permanência na página de seus visitantes é a escolha de palavras-chave. Elas devem ser relevantes, que realmente respondam às dúvidas pesquisadas pelos usuários e estejam diretamente relacionadas ao conteúdo apresentado.

7. Segurança do site

Um critério cada vez mais importante para o Google é a segurança e a confiabilidade que o site oferece para os seus usuários, especialmente os sites que armazenam dados, como lojas virtuais e sites com área do cliente.

Os certificados SSL e HTTPS se tornam essenciais, não só para melhorar o rankeamento no Google, mas para manter uma boa reputação perante os visitantes, além de proteger o site de ataques hacker. Por isso, sites com esses certificados ganham prioridade perante o Google.

Conheça mais: Certificado SSL: o que é e por que seu site precisa de um

Os fatores considerados pelo Google para priorizar um site no rankeamento orgânico são muitos e podem confundir até quem conhece um pouco mais do assunto. Para ter um bom resultado orgânico, conte com a ajuda de uma agência de marketing digital especializada.

A Agência Klens está há anos no mercado colocando em prática as melhores técnicas de SEO e obtendo sucesso com diversos clientes! Confira aqui os resultados de SEO que obtemos para a Desentupidora Giracano.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento!