Site lento? Veja 4 dicas importantes para melhorá-lo

Seu site está muito lento e já não sabe mais o que fazer para melhorar a situação? Confira essas 4 dicas preciosas que separamos para você otimizar a velocidade do seu site e fazê-lo decolar hoje mesmo! 

Muito se fala na experiência que seu público-alvo terá ao entrar em seu site e de como isso vai interferir em todos os outros passos. Uma das questões mais cobradas pelos algoritmos do Google, apenas abaixo da otimização para smartphones, vai ser a velocidade de sua página. Mas como melhorar seu site, se ele se encontra lento?

Isso vem sendo um desafio de muitos empreendedores digitais há anos. A velocidade de sites sempre foi um tema relevante para muitos empreendedores. Hoje, aqui no blog da Klens, separamos algumas das dicas indispensáveis na hora de melhorar a velocidade de sua plataforma. Vamos lá!

1. Abandone recursos desnecessários

Plugins, ferramentas e quaisquer outros recursos desnecessários em sua plataforma devem ser excluídos. Lembre-se que todas essas ferramentas estão ocupando espaço em sua hospedagem. O fato é: quanto mais espaço ocupado, mais lento será seu site.

Deixe sua plataforma tendo somente aquilo que se julga necessário. Faça uma leitura calculista e use isso a seu favor. Não é sobre não ter plugins ou algo do gênero, é sobre não ter excessos.

Melhore a performance de seu WordPress.

2. Otimize imagens

Otimizar imagens é uma das funções menos importantes aos olhos de muitas pessoas, certo? Sim, mas é uma maneira errada de agir. Otimize e comprima suas imagens de forma a não perder qualidade. Esse processo é feito em diversos sites espalhados pela internet e certamente você conseguirá uma plataforma que faça esse serviço de graça.

Melhor otimizador de imagens do Google.

É trabalho de “formiga”, tenha paciência e aguarde com ações. Você triunfará!

3. Escolha uma hospedagem com LiteSpeed e SSD

Chegamos a uma das maiores revoluções no mundo do desempenho da web, relacionado à hospedagem de sites e loja virtual: o LiteSpeed. Esse é um software de servidor que não é novo, aliás, é ainda mais antigo que o Nginx, mas ganhou muita popularidade nos últimos anos.

A grande diferença que o LiteSpeed ​​tem em relação ao Apache clássico, por exemplo, é que ele baseia sua arquitetura no uso de processos, e não em eventos. O Apache gera um novo thread para cada conexão que é aberta, e isso faz com que muitos recursos sejam gastos no computador em que ele é executado.

Em vez disso, ao gerar eventos, o LiteSpeed ​​usa muitos processos a menos, economiza recursos e consegue ter um tremendo impacto no desempenho do servidor, bem como na velocidade de carregamento do seu site.

Escolha uma hospedagem com Lite Speed e SSD segura e rápida. A velocidade de carregamento do seu site deve ser a menor possível.

4. Compacte Javascript, CSS e HTML

Comentários, espaçamentos entre textos e imagens e até linhas em branco. Tudo isso te trará mais peso quando tratado com desprezo. Diminuir os espaços entre as linhas inutilizadas deixará toda sua página mais leve, logo mais rápida. Não tente tirar espaços de onde ele precisa existir, mas tente perceber onde esses espaços não deveriam existir.

Elimine esses conteúdos tidos como pesados em seus arquivos, pois as chances disso ser o causador de toda lentidão é grande. Converse com o desenvolvedor de sua plataforma sobre isso. Caso você tenha pago muito abaixo do preço na hora de contratá-lo, suspeite.

Por fim, tornou-se evidente a necessidade de melhorar a velocidade de seu site. Comprimir imagens é indispensável. Compactar Java, CSS e HTML é fundamental para uma melhor velocidade. Fique atento com sua hospedagem, busque saber a latência e a qualidade entregue neste serviço tão importante. Abandone recursos desnecessários, fique somente com o que é relevante a sua plataforma.

Conheça o minifier ou plugins WordPress para minificar.


Artigo escrito por nosso convidado Nelson Willian, fundador do site Ninja SEO. Desenvolvedor front-end, especialista em SEO, marketing digital e e-commerce. Atua na área desde 2011 e ama tudo isso e ainda plataforma open-source ;). Gosta de contribuir em fóruns, grupos de Facebook e com vídeos no YouTube. Conheça o seu canal no YouTube.

Marketing Digital levado a sério